Continua após a publicidade..

Apesar dos incêndios, ambos os aeroportos de Tenerife funcionam normalmente

O incêndio florestal que deflagrou ontem num parque nacional montanhoso da ilha espanhola de Tenerife espalhou-se por uma área de 1.800 hectares em 24 horas, enquanto os bombeiros tentavam controlar as chamas na zona de difícil acesso, informou a Reuters, citada. pela BTA.

Continua após a publicidade..

O perímetro do incêndio expandiu-se e agora cobre florestas secas em ambos os lados dos penhascos íngremes perto do vulcão Teide, o pico mais alto de Espanha.

“O incêndio está fora de controle… as perspectivas não são positivas”, disse o chefe regional Fernando Clavijo em entrevista coletiva na capital de Tenerife, Santa Cruz, na noite passada. “Nosso objetivo esta noite é garantir que o incêndio não continue a progredir. Realizaremos operações para proteger a propriedade dos moradores”, acrescentou.

As autoridades enviaram 14 aviões e um total de 250 bombeiros e militares.

Continua após a publicidade..

A conselheira de incêndios florestais, Vicky Palma, disse à Rádio Canarias que a queda esperada nas temperaturas durante a noite para cerca de 20 graus Celsius provavelmente aumentará a força dos ventos na área. O chefe dos serviços de emergência da ilha, Pedro Martinez, disse: “Não descartamos que haverá intensa atividade de incêndio novamente amanhã (também conhecido como hoje).”

A Rádio Canarias informou que cerca de 150 pessoas foram evacuadas até agora de aldeias no nordeste escassamente povoado da ilha, constituídas principalmente por quintas e casas de férias. Os dois aeroportos de Tenerife funcionam normalmente, acrescentou a rádio pública, citando a empresa que explora os aeroportos espanhóis.

Continua após a publicidade..

Na semana passada, uma onda de calor nas Ilhas Canárias deixou muitas áreas completamente secas, aumentando o risco de incêndios florestais. Este verão, os bombeiros extinguiram vários incêndios florestais nas ilhas de Gran Canaria e La Palma, que fazem parte do arquipélago das Canárias.

A Europa está a debater-se com os efeitos das altas temperaturas que atingem níveis alarmantes a nível mundial e que são ainda mais exacerbados pelas alterações climáticas, observou a agência.

Redaçao Viagens

Redaçao Viagens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *