Continua após a publicidade..

O Japão está introduzindo uma taxa turística em seu marco mais popular para combater o excesso de turismo

O portão laranja brilhante, que parece flutuar no lago, é um dos lugares mais bonitos e reconhecíveis do país.

Continua após a publicidade..

Localizado na cidade de Hatsukaichi, província de Hiroshima, o torii – o portão do santuário – faz parte de um complexo xintoísta de 1.400 anos que é Patrimônio Mundial da UNESCO. Sua aparência marcante o tornou um dos marcos mais conhecidos do Japão.

Porém, essa popularidade tem outro lado. Hatsukaichi há muito luta contra o excesso de turismo, o que levou as autoridades a introduzir taxa turística que entrou em vigor no domingo. O imposto foi originalmente planejado para ser introduzido em 2021, mas foi adiado devido à pandemia.

Qualquer visitante de Miyajima, o ponto de acesso ao santuário da ilha, agora cobrava ¥ 100 (67 centavos). Se alguém estiver interessado em visitas múltiplas, poderá comprar um passe por 500 ienes (US$ 3,33), válido por um ano, informa a CNN.

Continua após a publicidade..

Os fundos serão destinados à construção e melhoria de infra-estruturas turísticas, como sanitários públicos, à manutenção da arquitectura do santuário e à promoção do ecoturismo na zona.


Continua após a publicidade..

Foto: iStock por Getty Images

“Sentimos a necessidade de criar um ambiente acolhedor para os turistas e, ao mesmo tempo, proporcionar meios de subsistência aos residentes da ilha”, disse Shunji Mukai, do departamento de planejamento da cidade. “Esperamos que os turistas se tornem partes interessadas que se juntem a nós na preservação de Miyajima, partilhando as suas responsabilidades”.

Uma iniciativa chamada “Mais Mil Anos” está por trás dos esforços para cuidar e preservar o Santuário de Miyajima e Itsukushima.

“Esperamos que os futuros visitantes se tornem guardiões da ilha tal como os residentes”, lê-se na declaração de missão publicada no site da iniciativa. “Por que não começamos a fazer o que podemos fazer agora com orgulho? A ilha que abrigou os deuses nós guardaremos por mais mil anos.”

Redaçao Viagens

Redaçao Viagens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *