Continua após a publicidade..

A combinação ideal – viagem de negócios e férias ao mesmo tempo

Cada vez mais empresas oferecem aos seus funcionários a oportunidade de combinar viagens de negócios com férias. Desta forma, os viajantes de negócios podem passar vários dias de descanso no mesmo local antes ou depois de uma reunião de negócios.

Continua após a publicidade..

Esta oferta já está disponível para 89% dos viajantes de negócios, segundo o inquérito “Chefsache Business Travel” – uma iniciativa das empresas de gestão de viagens membros da Associação Alemã de Viagens (DRV).

Curiosamente, a maioria das empresas é generosa quando se trata de despesas de viagem no contexto de “viagens de lazer”: 53% dos entrevistados trabalham para uma empresa que paga integralmente as despesas de viagem de e para o destino. Um número significativamente menor de viajantes de negócios (28%) têm de contribuir para as suas próprias viagens.

Aqueles que podem se beneficiar das “viagens de lazer” ficarão felizes em aceitar a oferta, é claro. No ano passado, 83% dos entrevistados que tiveram a oportunidade o fizeram. A maioria (58%) afirmou que gostaria de combinar negócios e lazer também em viagens de negócios no futuro. Isto é especialmente verdadeiro para os entrevistados com mais de 40 anos e viajantes frequentes (três ou mais vezes por mês para trabalho – 70% para cada um dos grupos).

Continua após a publicidade..


Foto: iStock por Getty Images

Continua após a publicidade..

A popularidade das “viagens de lazer” está diretamente relacionada aos destinos. Para 44% dos pesquisados, que já combinaram viagens de negócios com férias, o fator decisivo é a praia, os pontos turísticos ou a cultura do destino específico. Um papel importante também é desempenhado pela falta de tarefas profissionais urgentes após a viagem de negócios (40%). Outro motivo comum para “viagens de lazer” é a vontade de descansar após uma viagem de negócios (34%).

Existem diferenças entre faixas etárias em termos de motivação para “viagens de lazer”. Os viajantes de negócios com 40 anos ou mais são mais propensos a aceitar condições climáticas adequadas como ocasião para “viagens de lazer” (41%). Isso é 13 pontos percentuais a mais do que entre aqueles com menos de 40 anos. Estes últimos, por outro lado, são mais propensos a poupar tempo de chegada e partida para viagens adicionais e dias de férias, respetivamente (39% vs. 18%).

Andreas Neumann, diretor administrativo da ADAC Travel Sales, explica que as “viagens de lazer” têm duas vantagens principais: Primeiro, aumentam a motivação dos funcionários. Em segundo lugar, o número total de viagens diminui, o que tem um efeito positivo no ambiente.

Redaçao Viagens

Redaçao Viagens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *